Inês  Quente, fotógrafo na zet gallery

Inês Quente

Vila Nova de Gaia, Portugal

Fotografia  |  2 Seguidores
Educação

Filmmaking - Documentary Practices

University for the Creative Arts
2016 - 2017

Artes Plásticas - Multimédia

Faculdade de Belas Artes do Porto
2010 - 2015
Exposições individuais

Relação de situação

Maus Hábitos, Porto
2015
Interpretei o inconsciente como sendo um espaço vazio, de onde tudo o que é criado no exterior origina. Um espaço que não se pode dizer se existe ou não existe, “um mundo que se assemelha à radiação do sol sobre a areia”1. É neste espaço que o sujeito se liberta. Aqui actuam duas energias primitivas que coexistem e operam na sua conservação, ambas procuram restabelecer um estado de coisas que fora perturbado. Tentativas de relação “repetidas sob a pressão de uma compulsão”2. Só aqui se torna possível transferir a dor pela dor. 1. Arthur Schopenhauer 2. Sigmund Freud
Exposições coletivas

Camélias da cidade

Fundação Escultor José Rodrigues, Porto
2017
A camélia ocupa um lugar fundamental na história de Portugal e particularmente das gentes do Porto sendo, entre outros símbolos, um forte exemplo das relações transfronteiriças que o país desenvolveu, principalmente entre o Oriente e o Ocidente, mas também com Espanha e Inglaterra. Paralelamente, a flor silvestre nos países de origem, como China e Japão, só existe em Portugal como flor domesticada, sendo, por essa razão, uma flor de cidade, urbana e decerto humanizada. -Então como serve o título, esta exposição? A camélia é o exemplo da devoção à criação estética porque a sua expansão internacional resulta do interesse na planta original, sobretudo no processo da sua mutação e refinamento com as consequentes transformações por parte d

Understatement

Centro de Memória, Vila do Conde
2015
Há alturas em que nos fazem crer que aquilo que dizemos parece pouco, ou menos do que seria esperado. No entanto, dizemo-lo porque tem de ser dito de qualquer modo, porque temos uma urgência em dizê-lo. Podemos fazê-lo baixinho mas não deixamos de o dizer. E então, aquilo que dizemos transforma-se numa espécie de subtexto, transforma-se em qualquer coisa que ganha uma força imparável. Quer isto dizer que uma coisa que se diz como se não se pudesse dizê-lo se transforma, em potência, numa outra coisa. Se o que eu disse não é o que eu disse, é outra coisa portanto. E, nas nossas mãos, as coisas que não são o que são, ou que não são o que parecem, podem ter a força de se transformar e de transformar o mundo. Nunca devemos subestimar uma coisa que não parece ser o que devia, nunca devemos subestimar uma coisa dita em surdina, no escuro… Understatement é uma exposição que reúne trabalhos de 14 alunos do último ano da Licenciatura em Artes Plásticas – Multimédia da Faculdade de Belas Artes

Guimarães Noc Noc

Guimarães
2019
O Guimarães noc noc é um evento criado, produzido e organizado pela Ó da Casa! Associação Cultural, organização que visa a promoção e divulgação da arte e dos artistas. A nona edição do Guimarães noc noc terá lugar nos dias 5 e 6 de outubro de 2019, na cidade de Guimarães integrando numa mostra informal múltiplas disciplinas artísticas – Pintura, Escultura, Fotografia, Vídeo, Performance, Instalação, Música, Escrita, etc.

Concerto de Peixes

Edifício Axa
2013
Concerto de Peixes é uma orquestra composta por cordas, percussão e sopros formada por um grupo de 6 compositores: Peixes de água doce. Este projecto explora a interactividade ao unir dois mundos opostos - o mundo natural e incontrolável, e a realidade programada e condicionada- resultando numa composição musical variável. As melodias tocadas pelos peixes relacionam se com a posiçao destes dentro do aquário abrindo portas para o aleatorismo que, ainda assim, se pode considerar composicional. Neste projecto, objecto e som estão intrinsecamente relacionados, mergulhando-nos num ambiente subaquático onde o vísivel passa a ser inseparável do audível.
Ensaios, Artigos, Publicações e outras Referências

Animals of Today

Daku
Francisco Pereira, Inês Oliveira
2018
Outras atividades

Balancé

Nomeada para o Lince de Prata na categoria de Cinema Experimental com a curta-metragem Balancé, no FEST - New Directors, New Films Festival, em Espinho.
21/06/2018