Ciclo: 5 sentidos, 5 sessões

Em todo o lado vemos e ouvimos. E em todo o lado insistem em que toquemos nalguma coisa. Nem que seja só com os sapatos.
Vemos, ouvimos e tocamos. E o olfacto que não nos larga! Depois de tanto sentir, dá-me a fome, e lá está: o paladar.
Como não nos conseguimos livrar dos sentidos, o melhor é usá-los a todos. E sentir mais, para sentir cada vez melhor!
Este é um workshop dividido em cinco sessões, uma por sentido, que se articulam com as mãos. O objetivo é pensar o sentido dos sentidos com as mãos.

– Podemos ouvir a chuva com a ponta dos dedos?
– O papel pode dar a ver o sabor do queque?
– Posso desenhar o canto do cheiro do meu perfume?

Para a visão um desenho cego, para o olfacto um desenho inodoro, para o tato um desenho imaterial, para o paladar um desenho mastigado e para a audição um desenho ritmado. As sessões são independentes, não sendo obrigatória a frequência dos mesmos participantes em todo o ciclo. Porém, para melhor entendimento das temáticas desenvolvidas e das suas correlações, a presença em todas as sessões é incentivada.

Visão: o desenho cego vê com as mãos?

Esta oficina privilegia a exploração do desenho através da visão, da não visão, e do ver sem olhar. O desenho cego é uma técnica explorada por muitos artistas ao longo da história do desenho e trabalha especificamente a relação da visão com a mão.
Desenvolve-se assim uma coordenação motora; a mão que vê e desenha. Por natureza, questionar-se-á tudo. Por defeito, desenhar-se-á tudo também.

Categoria da actividade
Crianças

Sub-categoria
Oficina (workshop)

Dia e hora do evento
18/05
15h

Mais informações
Destinatários: 8 aos 12 anos | Duração aproximada: 2h | Valor: €12/pessoa (valor inclui materiais) | Formadoras: Cláudia Cibrão e Catarina Real | Mais informações e inscrições (obrigatórias): info@zet.gallery | 253 116 620

 

Sobre o Ciclo

Objectivos Pedagógicos

Finalidade
No final das cinco sessões, os participantes deverão ser capazes de entender e desenvolver criativamente os 5 sentidos do corpo humano, através de diferentes técnicas e materiais de desenho.

Meta
No final das cinco sessões, os participantes deverão ser capazes de:
Identificar e diferenciar os 5 sentidos do Corpo Humano;
Interpretar os diversos estímulos e informações que os 5 sentidos nos proporcionam (como e quando usamos os sentidos, e para quê – e a confusão por vezes causada);
Conferir importância aos 5 sentidos do Corpo Humano;
Trabalhar o autoconhecimento;
Desenvolver a coordenação motora;
Usar o desenho exploratório;
Treinar o pensamento criativo;
Desenvolver dinâmicas de grupo e conhecimento individual.

 

Sessão 1 – Visão

Aquilo que eu vejo, recordo
Aquilo que eu faço, aprendo

Esta sessão privilegia a exploração do desenho através da visão, da não visão, e do ver sem olhar. O desenho cego é uma técnica explorada por muitos artistas ao longo da história do desenho e trabalha especificamente a relação da visão com o olho.
Desenvolve-se assim uma coordenação motora; a mão que vê e desenha.

Conteúdos Programáticos

Apresentação dos sentidos (e das sessões);
Introdução ao tema da sessão: o sentido da Visão;
Interpretação de informação através da visão;
Comunicação gestual;
Conceito de forma, volume e cor;
Introdução ao exercício do desenho cego;
Coordenação da visão com a coordenação da mão.

Comments

comments