Ilustração com Carimbos Naturais

Sobre o workshop Gostas de histórias mirabolantes? Gostavas de poder escrever e ilustrar o teu próprio livro? Sabias que podes fazer carimbos super bonitos a partir de frutas, vegetais, flores e folhas? Nesta oficina, cada participante escreverá uma pequena história imaginada por si, com personagens ilustradas a partir de carimbos naturais. Vamos brincar aos escritores!… Continue reading

Brinquedos Ópticos – Zootrope

Sobre o workshop Gostas de filmes de animação? Queres perceber como são feitos? Nesta oficina, aprenderemos os princípios básicos da animação, ao mesmo tempo que construímos um brinquedo óptico com um nome esquisito – o Zootrope. Planificação 1º Desenho, Corte e Construção do Zootrope (1 por participante). 2º Desenho da(s) história(s) animadas. Observação dos resultados…. Continue reading

Pantógrafo

Sobre o workshop Já imaginaste como é que são feitas as estátuas antigas? Como é que um escultor consegue fazer algo pequeno e passá-lo para um tamanho 10 vezes maior sem se enganar? Nesta oficina, vamos aprender a fazer um pequeno pantógrafo, para desenharmos numa folha pequena e, ao mesmo tempo, copiarmos esse desenho para… Continue reading

Workshop Ilustração e Colagem

Sobre o workshop Neste workshop propõe-se a iniciação à técnica de Colagem. Através de um portefólio de texturas fornecidas pelo formador, o participante irá produzir recortes com o intuito de criar formas que agrupadas produzam uma imagem ou façam sentido como composição. Posteriormente será o participante a produzir as suas próprias texturas através de superfícies… Continue reading

Terreno, interdito e interioridade.

À primeira vista, não senti grande afinidade entre os autores e as obras apresentadas, pelo menos uma afinidade que fosse além do formato de Pintura ou do pensamento pictórico. Da mesma forma, não me pareceu que houvesse, também, grande afastamento entre as propostas, um afastamento que ultrapassasse os processos, entre si, muito diferentes, como as… Continue reading

NOVAS BABILÓNIAS

Conhece-la? Onde é? Qual é o seu nome? – Não tem nome nem lugar. Repito-te a razão por que a descrevi: do número das cidades imagináveis temos de excluir aquelas cujos elementos se somam sem um fio condutor que os ligue, sem uma regra interna, uma perspectiva, um discurso. São cidades como sonhos: todo o… Continue reading